24/08/2016
Artrite em cachorros Artrite em cachorros

Todo mundo já ouviu falar em artrite.  A artrite é uma inflamação de uma ou várias articulações do corpo do animal, sendo uma das principais causas de entrada de animais, principalmente os mais velhos, nas clínicas veterinárias. Porém,  isso não é  uma alteração que só ocorre em organismos mais velhos, ela pode acometer cães novos também. Dentre as classificações de artrite, podemos citar as principais, tais como:

Artrite Reumatóide: Essa é uma das mais comuns encontradas. Ela é uma doença com origem auto-imune, de caráter crônico, fazendo com que cause bastante desconforto e sofrimento ao animal, quando é necessária a movimentação. Acomete principalmente os membros posteriores.

Artrite Séptica: É causada por uma invasão de agentes, podendo  ser por bactéria, fungo ou vírus. Nesse caso, ocorre uma severa inflamação na articulação, causando assim dificuldades em desempenhar tarefas rotineiras pelos animais. Os principais cães acometidos são os mais jovens.

Osteoartrite: Na osteoartrite ocorre uma degeneração na cartilagem articular do pet. Tem origem crônica e acomete,  principalmente, animais acima do peso. Os cães de porte grande ou gigante são os mais predispostos.

Artrite Gotosa: É desencadeada a inflamação devido a microcristais minerais de urato. Nesse caso acomete cães de diferentes idades e porte, afetando principalmente as falanges do cão (dedos).

De um modo geral, as artrites são causadas principalmente por fatores desencadeantes, como: Peso, idade, traumatismo em articulação e erro nutricional.

Os principais sinais clínicos encontrados em cães com artrite, são: Inchaço de uma ou várias articulações do animal; Dor ao tocar na perna ou na tentativa de se locomover; Em cães de pele clara, é visto vermelhidão na articulação afetada; Ao tocar na articulação, pode ser notado a temperatura mais elevada naquela região; Prostração em casos mais severos; Depressão; inapetência e perda de peso (Casos graves).

O diagnóstico para a artrite é indicado que seja  feito por um médico veterinário ortopedista. Nesse caso é feito o exame clínico do animal, podendo também, se o médico achar necessário, o uso do Raio-X. Dependendo, pode ser pedido até mesmo exames laboratoriais. Nem sempre os sinais semelhantes a esses são indicativos de artrite, por isso é importante uma avaliação pelo médico veterinário.

O tratamento deve ser feito com terapia medicamentosa específica para a causa. Além do protocolo medicamentoso escolhido pelo profissional, pode ser indicado o uso de fisioterapia, tendo uma eficácia significativa na maioria dos pacientes. Um ponto também importante no tratamento é uma dieta rica e equilibrada.

A prevenção para a artrite é, basicamente, que o animal tenha um cuidado adequado. É importante que o peso seja controlado pelos tutores, assim como a nutrição equilibrada para cada tipo de animal. É importante também que os animais idosos tenha um acompanhamento rotineiro com um médico veterinário de sua confiança, pois assim é dada para o animal uma boa qualidade de vida, principalmente na sua fase sênior. Qualquer aparecimento anormal na conduta habitual do seu cão, recomenda-se que o leve imediatamente para um profissional habilitado na saúde animal.

Fonte: http://portaldodog.com.br/cachorros/idosos-cachorros/saude-idoso/artrite-em-cachorros/