17/04/2016
Dez boas razões para os seus filhos terem um animal de estimação Dez boas razões para os seus filhos terem um animal de estimação

Conheça dez boas razões para dar ao seu filho um amigo pet:

Responsabilidade – as crianças com animais de estimação desenvolvem mais cedo o sentido de empatia e preocupação com os outros. Os animais precisam de cuidado e atenção, e as crianças com um papel ativo na criação de um animal de estimação aprendem que o seu comportamento tem consequências na vida dos outros. Cuidar de um animal também ensina os mais novos a ter cuidado com elas mesmas.

Autoestima – crianças bem-sucedidas em cuidar dos seus animais de estimação sentem-se bem consigo memso e têm mais confiança nas suas capacidades.

Menor propensão a alergias e asma – vários estudos mostram que as crianças expostas a pelo, um alergênio típico, no primeiro ano de vida, tendem a desenvolver sistemas imunológicos mais fortes.

Exercício físico – as famílias passam mais tempo ao ar livre quando têm animais de estimação. Brincar com um cão ajuda as crianças a fazer exercício de forma divertida, ao mesmo tempo que apanham ar fresco e sol, longe de televisões e computadores. Aprender que o exercício é essencial para a saúde dos animais ajuda as crianças a aplicar o mesmo conceito ao seu bem-estar.

Tranquilidade – os animais transmitem uma sensação de bem-estar às crianças quando estão chateadas ou tristes. O amor incondicional de um animal transmite calma e ajuda as crianças a relaxar.

Treinos de leitura – durante a aprendizagem, muitas crianças sentem-se mais confortáveis em ler alto para animais de estimação, uma vez que estes não as corrigem nem julgam. Quanto mais lerem, especialmente em voz alta, por conseguirem ouvir a si próprias, melhor leitoras serão.

Compromisso – os animais não são brinquedos, as crianças têm de compreender que não podem desistir de cuidar deles e abandoná-los quando cansarem dos seus pets. Ter um animal dá trabalho e exige um grande compromisso e perseverança.

Disciplina – treinar um cão e ensiná-lo a ouvir o dono exige paciência e dedicação, mostrando às crianças os benefícios do respeito mútuo na sua relação com os outros.

Primeiro contato com a morte – a perda de um animal de estimação pode ser extremamente difícil para as crianças. Falar com elas de forma clara e honesta sobre o sucedido vai ajudá-las a aceitar e compreender a morte, preparando-as para lidar melhor com uma eventual perda no futuro.

Melhores relações familiares – Os irmãos podem ser conflituosos e ter dificuldade em encontrar interesses em comum quando há uma diferença de idades. Ter um animal de estimação em comum e partilhar o tempo de cuidar e brincar com ele ajuda as várias crianças da família a criar laços.

Fonte: http://www.petrede.com.br/animais/dez-boas-razoes-para-os-seus-filhos-terem-um-animal-de-estimacao/