27/01/2016
Seu Cachorro Ronca? Seu Cachorro Ronca?

O ronco acontece quando existe algum bloqueio na passagem do ar pelo trato respiratório superior.

Isto significa que entre a entrada do ar pelas narinas até a traqueia (o “tubo” que leva o ar até os pulmões) pode ocorrer uma obstrução e o fluxo de ar parcialmente interrompido promove barulhos que conhecemos como ronco.

Existem muitos fatores que podem causar esta dificuldade na passagem do ar:

  • conformação da face- raças braquicefálicas (de cara “achatada”) como o buldogue francês, pug, boxer, shih tzu, possuem as cavidades nasais pequenas, é normal que ronquem. Muitas vezes o palato mole (parte de trás do céu da boca) também é muito longo e dificulta a passagem do ar (neste caso o tratamento pode ser cirúrgico).
  • obesidade- alguns quilos a mais podem causar uma pressão extra no sistema respiratório, causando o ronco. Geralmente, basta emagrecer!
  • congestão nasal- assim como em humanos, o nariz entupido provoca roncos! Alergias, infecções e até mesmo tumores ou pólipos podem causar esta congestão.
  • posição de dormir- assim como nós, dormir de barriga para cima costuma ser pior que dormir de lado, ronca-se mais.

Na maioria dos casos, roncar não é um problema se o animal consegue dormir bem e respira normalmente quando está acordado.

Os gatos também podem roncar! Especialmente os da raça persa que possuem a cara achatada e as narinas muito pequenas.

Se você está preocupado com o ronco ou a respiração do seu animal, preste atenção se ele apresenta alguma secreção nasal, sangramento ou espirros e leve-o para atendimento veterinário.